Segunda-feira, 26 de novembro de 2018

 
 

Bom dia,


Confiança e projeções melhoram. Em novembro, a confiança do consumidor atingiu o maior patamar desde julho de 2014, em razão, principalmente, da melhora da expectativa, ainda que a percepção quanto a conjuntura atual também tenha melhorado no período em análise. Já o Boletim Focus dessa semana trouxe algumas novidades marginalmente positivas, como a queda na projeção para o IPCA desse e do próximo ano, para 3,94% e 4,12% respectivamente. Para o PIB desse ano, a mediana das estimativas agora aponta para um crescimento de 1,39%, ligeiramente superior aos 1,36% da última leitura, enquanto a projeção para a Selic no final de 2019 caiu de 8% para 7,75%.

a

Perspectivas se deterioram na Alemanha. Pelo terceiro mês consecutivo, o índice que mede o clima de negócios apresentou queda em todas as áreas, com destaque para construção. Esse desempenho reflete principalmente a deterioração das expectativas, em meio ao aumento das incertezas em âmbito global e as tensões no próprio bloco europeu.

Bolsas se recuperam lá fora. Na Ásia, o pregão ainda foi misto, com as quedas da última sexta, no ocidente, ainda pesando sobre os pregões locais, mas na Europa a abertura é positiva e nos EUA os índices futuros apontam para um dia também no azul. Entre os destaques externos está a aprovação, por parte da União Europeia, do acordo do Brexit, que ainda precisa ser aprovado pelo parlamento britânico, além das notícias dando conta de vendas recordes na Black Friday nos EUA. Vale destacar que no fim dessa semana, começa a reunião do G20, em Buenos Aires, e o mercado ficará atento ao resultado do encontro entre Trump e o presidente chinês, Xi Jinping. Na agenda americana hoje, dados coletados por regionais do Fed sobre atividade econômica estão no radar dos investidores.

 

Mudança no comando da TOTVS (TOTS3). A companhia anunciou que o seu fundador, Laércio Consentino, vai assumir a presidência do conselho de administração e o seu antigo cargo de diretor presidente será assumido por Dennis Herszkowicz, que foi CFO da Linx (LINX3) por cinco anos e havia deixado a empresa há alguns meses. Consideramos que o mercado deve receber bem o nome do novo presidente da companhia.

Banrisul (BRSR6) lançará nova solução de pagamentos. Em conjunto com a OPnGO, que automatiza o pagamento de estacionamentos, o banco gaúcho, através da Banrisul Cartões, vai lançar uma “solução integrada de pagamento”, que não terá operação no RS, para estacionamentos de shoppings e também para as lojas desses shoppings que forem credenciados nesse sistema. Esperamos reação apenas marginalmente positiva do mercado.

Notre Dame (GNDI3) fará oferta pública de ações. A oferta será de 87 milhões ações, sendo grande parte (86,2%) secundária, com a saída de um fundo de investimento. A fixação do preço por ação se dará com processo de bookbuilding, com definição no dia 5 de dezembro. O período de subscrição começa amanhã (27/11) e vai até o dia 3 de dezembro.

AGENDA DE DIVIDENDOS



Bons negócios