Segunda-feira, 15 de abril de 2019

Bom dia,

  1

   

  1

Atividade econômica perde fôlego. Começando pelo dinamismo atual, com o IBC-Br de fevereiro, considerado uma prévia do PIB, registrando queda de 0,7% ante o mês anterior. O Boletim Focus também sinaliza um cenário mais adverso, com queda nas projeções para a atividade e ligeiro aumento nas expectativas para inflação. Para 2020, a mudança foi mais abrupta, com a projeção para o PIB indo de 2,70% para 2,58% em uma semana. O IGP-10 desacelerou em abril, com a menor elevação no preço dos alimentos, mas, ainda assim, ficou acima do esperado, com o preço dos combustíveis ainda exercendo pressão. Por falar em combustíveis, a reunião entre Bolsonaro e Guedes, onde será discutida a política de reajuste de preços da Petrobras, é destaque na agenda política hoje. Com o risco atrelado à manutenção da postura intervencionista adotada por Bolsonaro na última sexta-feira azedando o humor dos investidores.

 

Temporada de balanços é destaque lá fora, hoje. Em uma semana com indicadores importantes no radar, com destaque para o PIB chinês do primeiro trimestre, que sai na quarta, os investidores começam o dia atentos à temporada de balanços, já que a agenda macro dessa segunda está bem esvaziada, com o índice Empire State, de atividade em NY, como destaque. Ainda hoje cedo saem os números do Citigroup e o Goldman Sachs acabou de divulgar lucro acima do esperado pelo mercado, o que deve ajudar uma abertura no azul em Wall Street. Na Ásia e na Europa, sem grandes novidades, os principais índices não se distanciaram muito do 0x0, na abertura da semana. Hoje ainda teremos discursos de dois presidentes regionais do Fed, de Boston e de Chicago, os dois com direito a voto nesse ano no rodízio do FOMC.

 

               

 

OPA da Cesp (CESP6). O leilão para aquisição das ações da elétrica foi marcado para o próximo dia 24 de maio, às 15 horas. Será oferecido o valor de R$ 14,79 por ação PNB e R$ 11,83 para as ON, o equivalente a 100% e 80%, respectivamente, do valor pago na ocasião da troca de controle. Haverá ajuste pela taxa Selic a partir da data de fechamento da transação. A atual cotação dos papéis é superior ao proposto, com as PNB negociadas a R$ 25,47 e as ON em R$ 22,60 ao final do pregão de sexta-feira. Portanto, a oferta deve ter baixa adesão.

 


Bons negócios