Quarta-feira, 4 de julho de 2018

 
 

Bom dia,


Produção industrial despenca. Em maio, impactada pelo início da greve dos caminhoneiros, a produção industrial caiu 10,9% na comparação com abril, pior queda desde dezembro de 2008. A atividade industrial no mês, para termos ideia da magnitude do tombo, voltou ao nível de dezembro de 2003, quase 15 anos atrás. O impacto desse número para o mercado, no entanto, deve ser limitado, pela distorção que a paralisação dos caminhoneiros causa no índice e pela expectativa de uma queda ainda maior. Hoje ainda saiu uma nova pesquisa eleitoral, do instituto DataPoder360, sem grandes novidades, com Bolsonaro ainda com larga vantagem e liderando em todos os cenários de segundo turno.

a

Atividade ganha fôlego na Europa e no Reino Unido. Em junho a atividade econômica do bloco europeu reverteu a tendência de arrefecimento vista no início do trimestre, com a taxa de produção e o número de novos negócios acelerando, sobretudo no setor de serviços. O PMI Composto do bloco atingiu 54,9 pontos, superando a prévia e a leitura anterior, com a Espanha sendo o único país a denotar desaceleração no período. Na Alemanha, o setor de serviços também foi o principal propulsor do PMI composto, que atingiu o melhor resultado em três meses (54,8 pontos), com a melhora na confiança e aceleração na criação de empregos. Já no Reino Unido, o crescimento do setor de serviços foi o maior desde outubro do último ano, em reflexo da aceleração do número de novos negócios, ainda que a inflação de custos tenha mantido as margens sob pressão no período.
   
Na China, setor de serviços também surpreende. O PMI Caixin do setor de serviços atingiu 53 pontos em junho, com a entrada de novos pedidos em alta, assim como a contratação de novos funcionários. Entretanto, a perspectiva dos agentes quanto aos próximos 12 meses recuou, tanto no setor de serviços quanto na indústria, ficando abaixo da média histórica, o que acende um alerta e deve mitigar o impacto positivo de tal divulgação sobre o mercado bursátil hoje.

Feriado nos EUA tira liquidez das Bolsas. O Independence Day americano afeta os demais pregões, que na Europa tem variações pequenas, próximas à estabilidade. Já na Ásia, a proximidade do prazo para os EUA aplicarem tarifas de 25% em US$ 34 bi de produtos chineses, com promessa de retaliação na mesma medida pela contraparte, sugere cautela e pressiona bastante os mercados locais, com destaque para a Bolsa de Shenzhen que fechou em queda de mais de 2%.

 

a
Dança das cadeiras no BB (BBAS3). O banco anunciou uma série de mudanças na sua alta cúpula. O antigo presidente da Previ, foi para a vice-presidência de distribuição de varejo e gestão de pessoas do BB, já o antigo vice-presidente dessa área assumiu o cargo do vice-presidente de negócios de atacado, que assumiu a presidência da BB Seguridade (BBSE3), que era exercida pelo novo presidente da Previ. Além desse rodízio, houve a saída de um executivo de serviços, infraestrutura e operações, substituído por um profissional de carreira no banco. Consideramos que as mudanças devem ter pouco impacto nos papéis do banco e da seguradora, que devem responder mais ao noticiário eleitoral e os possíveis impactos na alta gestão no banco no próximo governo.

CADE aprova aquisição da OdontoPrev (ODPV3). Sem restrições, a autarquia aprovou a incorporação integral da Odonto System pela OdontoPrev que havia sido anunciada no final de 2017. A Odonto System atua no mercado de assistência odontológica no Brasil, oferecendo planos privados, coletivos, individuais ou familiares para mais de 600 mil beneficiários, tendo uma atuação mais focada no Nordeste. O preço da aquisição será equivalente a nove vezes o EBITDA ajustado no exercício de 2017, além do pagamento variável em 2019 e 2020 que dependerão do atingimento de metas operacionais da empresa adquirida. Avaliamos a transação de maneira positiva para a OdontoPrev, sobretudo pelo múltiplo baixo, pois a companhia negocia em cerca de quinze vezes o EBITDA estimado para este ano. Apesar da aquisição já ser de conhecimento dos investidores, entendemos que a aprovação pelo CADE poderá levar os ativos ODPV3 para o campo positivo em bolsa.

AGENDA DE DIVIDENDOS



Bons negócios